Como é uma relação amorosa saudável?

Baseada no respeito mútuo e às necessidades de cada parceiro;

Há solidariedade;

Há liberdade para falar e ser autêntico;

Há disponibilidade para ouviu o parceiro e respeito às diferenças nas opiniões;

Ambos tentam trabalhar para solucionar um problema;

Ambos se responsabilizam pelo próprio comportamento;

Ama-se e valoriza-se o parceiro por quem ele é;

Há intimidade entre o casal;

Há apoio e encorajamento para o sucesso do parceiro e convivência com outras pessoas;

Ausência de controle, xingamentos, humilhações e agressões físicas;

Ausência de comportamentos possessivos (ex. quando um quer ter posse sobre o outro);

Há temas geradores de conflito;

Há momentos de desentendimentos, mágoas e distanciamento;

Pode haver um momento de distanciamento ou desconexão por algum período, por parte de um dos parceiros; sem que o outro se sinta desvalorizado por isso.

Referência: Neal, Avery. (2018). Relações destrutivas: se ele é tão bom assim, por que eu me sinto tão mal? São Paulo, Editora Gente.